Centro de Artes da Maré

O Centro de Artes da Maré, CAM, aberto ao público em 2009, é fruto da parceria entre a Lia Rodrigues Companhia de Danças e a Redes da Maré. Idealizado para criação, formação e difusão das artes, com destaque para a dança contemporânea, o CAM vem se constituindo numa referência genuína para romper com a segmentação existente entre os diferentes territórios da cidade no campo do direito à arte.

O Centro , além de ser a sede da Lia Rodrigues Companhia de Danças, abriga o Ponto de Cultura Rede de Arte da Maré, a Escola Livre de Dança da Maré e o MaréCine, entre outras iniciativas. Espaço de encontro e de troca de experiências de artistas e pessoas de todas as idades, o CAM é um catalisador de experiências estéticas e humanas. Um lugar de fricções, deslocamentos e sonhos que se entrelaçam, expressão concreta de uma utopia urbana com novas paginações e atores.

No CENTRO DE ARTES DA MARÉ a Companhia criou PARA QUE O CÉU NÃO CAIA, PINDORAMA, POROROCA e PIRACEMA, além de desenvolver o projeto «dança para todos» entre 2008 e 2009 com aulas gratuitas de consciência corporal, dança contemporânea para jovens e dança criativa para crianças.